RECUPERAÇÃO DE EMPRESAS COM BASE NA NOVA LEI DE FALÊNCIA.

JAIRO HABER, Dayane Vieira Luz

Resumo


Na Recuperação de empresas a recuperanda deverá no prazo de no máximo 60 dias, apresentar o plano de recuperação a partir da data da publicação da decisão. Caso assim, não seja feito ficará o devedor sujeito a convolação de falência. De acordo com a votação na Assembleia Geral, o plano tem que ser de comum acordo, para a equivalência de mais da metade dos credores que estiverem na Assembleia, totalizando também mais da metade dos créditos. 


Palavras-chave


Recuperação. Assembleia. Credores. Créditos e Empresas

Texto completo:

PDF