VISITA DOMICILIÁRIA E AÇÕES DO ENFERMEIRO: UMA REVISÃO INTEGRATIVA

José Francisco Sampaio Souza, Maíra Rosa Apostolico

Resumo


A visita domiciliária é uma importante tecnologia utilizada na prática do enfermeiro na atenção primária à saúde, priorizando o reconhecimento das condições de vida das pessoas de forma a atendê-las em sua integralidade. É um meio que permite a aproximação das equipes de saúde com as famílias, auxiliando no planejamento de ações para a prevenção, proteção, promoção e recuperação da saúde de seus membros. Entretanto, a diversidade de ações combinada com a necessidade de capacitação profissional, por vezes, desloca o foco da visita do contexto de vida da família para uma assistência individualizada. Este estudo teve como objetivo analisar a produção científica brasileira sobre o papel e as ações do enfermeiro na visita domiciliária, como participante único ou como membro da equipe multidisciplinar de saúde. Foi adotado o método de Revisão Integrativa de literatura. A pesquisa foi realizada nas bases de dados da Biblioteca Virtual em Saúde (BVS) e Scielo, identificando os artigos publicados após a instituição do Sistema Único de Saúde. Foi utilizada a estratégia PICo para elaboração da pergunta científica e escolha dos termos para busca. Os critérios de inclusão foram: pesquisas ou estudos teóricos realizados no âmbito nacional, publicados em revistas científicas de livre acesso e disponíveis na íntegra em base on line, que descrevam a atuação dos enfermeiros na visita domiciliária, atuando sozinho ou no contexto da equipe multiprofissional. Foram excluídos os estudos que não especificaram a atuação do enfermeiro ou que apenas utilizaram a visita domiciliária como estratégia para coleta de dados. Foram utilizados os termos em português e inglês: enfermeiro or enfermeira or enfermagem and visita domiciliar or visita domiciliária e localizados 402 artigos na BVS e 40 na Scielo. Após aplicação dos filtros disponível na íntegra, Brasil e período 1988-2016 e excluídas as repetições, foram mantidos 57 artigos para aplicação dos critérios de inclusão e exclusão. Após a leitura integral, permaneceram 27 artigos que constituíram a base inicial de dados deste estudo. Foi elaborado um instrumento de coleta de informações nos artigos selecionados e posteriormente, os dados coletados foram inseridos em uma planilha. Os resultados preliminares mostram predominância de artigos publicados após 2010 em revistas da área de enfermagem. As visitas, em geral, não são sistematizadas e a população alvo é selecionada a partir de demandas trazidas pelo Agente Comunitário de Saúde, geralmente recortadas conforme o ciclo vital. A atuação do enfermeiro acontece no âmbito da promoção e educação em saúde, na identificação de necessidades e observação das condições de vida da família. As atividades realizadas durante a visita englobam procedimentos básicos de enfermagem e busca ativa, com ênfase para ações individuais. Poucos estudos abordaram ações da equipe multidisciplinar em vista do olhar voltado aos aspectos biológicos dos indivíduos. Conclui-se que são necessárias ações de qualificação profissional e adequação do processo de trabalho na atenção primária à saúde para um aproveitamento pleno das potencialidades da visita domiciliária. É necessário superar o olhar biomédico e incorporar a família e os recursos da comunidade ao conteúdo da visita, constituindo as bases de uma assistência transformadora da realidade.

Texto completo:

PDF


1) UnG - Universidade Guarulhos 2) Indexador: Latindex 3) Indexador: Dialnet