DA LITERATURA AO CINEMA: REFLEXÕES SOBRE COMUNICAÇÃO PARA A PAZ EM ME CHAME PELO SEU NOME

Alex Carolino Francisco

Resumo


Os estudos para a paz (Peace Studies) nos dão a perspectiva das estruturas que legitimam a violência cultural na sociedade e mostram como os meios de comunicação contribuem para naturalizar condutas e discursos violentos. A partir das definições de Johan Galtung e de pesquisa bibliográfica, este artigo analisa o trecho conhecido como monólogo de Perlman, do livro Me Chame pelo Seu Nome (2017), transposto para o audiovisual, e o classifica dentro das características práticas de comunicação para cultura de paz propostas por Alex Iván Arévalo Salinas. Assim, tecemos algumas inferências a respeito da literatura e do cinema da obra supracitada e refletimos sobre como os produtos culturais e sua estrutura organizacional na transposição de linguagens podem romper com violências institucionalizadas contra os LGBTIs.

Palavras-chave


comunicação para a paz; violência cultural; literatura; cinema; transformação de conflitos

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.33947/1980-6469-v16n1-4349

1) UnG - Universidade Guarulhos 2) Indexador: Latindex 3) Indexador: Dialnet