SOBRECARGA DO CUIDADOR FAMILIAR DE IDOSOS COM DOENÇA DE ALZHEIMER

Rosangela Sakman Gato, Ana Claudia Giesbrecht Puggina Rosa

Resumo


Objetivo: identificar o nível de sobrecarga do cuidador familiar do idoso com Doença de Alzheimer. Método: pesquisa exploratória, descritiva, transversal, de campo com delineamento quantitativo por meio do uso do Inventário de Sobrecarga de Zarit. Resultados: o escore médio total do Inventário de Sobrecarga de Zarit dos cuidadores de idosos com Alzheimer neste estudo foi de 37,9, nível classificado como sobrecarga moderada. Na questão 22, De uma maneira geral, quanto se sente sobrecarregada por cuidar de S?, a maior frequência de resposta foi que o cuidador se sente sobrecarregado moderadamente (n=10; 43,5%), seguida respectivamente por extremamente sobrecarregado (n=7; 30,4%). Na comparação entre as características da amostra, houve diferença estatisticamente significante (p-valor=0,0015) na variável quantidade de filhos, mostrando que para os idosos que apresentam de 6 a 8 filhos (n=7), os cuidadores sentem-se mais sobrecarregados. Conclusões: os cuidadores familiares dos idosos com Doença de Alzheimer apresentaram sobrecarga moderada.

Palavras-chave


Cuidadores; Relações familiares; Transtornos Mentais; Enfermagem

Texto completo:

PDF


1) UnG - Universidade Guarulhos 2) Indexador: Latindex 3) Indexador: Dialnet