A INFLUÊNCIA DAS NARRATIVAS DE HISTÓRIAS NO DESENVOLVIMENTO DA TEORIA DA MENTE EM CRIANÇAS E ADOLESCENTES COM TRANSTORNO DO ESPECTRO DO AUTISMO

Lorena Lorena Gonçalves, Simone Ferreira Ferreira da Silva Domingues

Resumo


A presente pesquisa pretende realizar um estudo experimental de investigação sobre a influência da linguagem direcionada, utilizando narrativas de histórias infantis, como fator relevante na manifestação de atribuição de estados mentais (teoria da mente) em crianças com transtorno do espectro do autismo. Com base na pesquisa de Gallo-Penna (2011), aplicar-se-á o procedimento de intervenção em três fases: pré-teste, intervenção e pós-teste. Participarão deste estudo, quatro crianças com transtorno do espectro do autismo (TEA) com idades entre oito e quinze anos: duas delas, estudantes de escolas de ensino regular e duas estudantes de escolas especiais. Em relação aos critérios de participação das crianças, elas devem ser alfabetizadas, com presença de linguagem oral; diagnóstico de transtorno do espectro do autismo, realizado pelo médico psiquiatra responsável pelo serviço de atendimento. A hipótese desse estudo é que todos os participantes de pesquisa se beneficiarão com a intervenção, porém acredita-se que os estudantes das escolas regulares apresentarão melhor desempenho, devido ao convívio diário, na escola, com crianças típicas, o que pode favorecer um melhor desenvolvimento da habilidade de atribuição de estados mentais.

Texto completo:

PDF


1) UnG - Universidade Guarulhos 2) Indexador: Latindex 3) Indexador: Dialnet