MOTIVAÇÃO PARA A PRÁTICA DO CICLISMO

Eduardo Oliveira de Carvalho, Fernanda Regina Pires, Bruno Allan Teixeira da Silva

Resumo


Introdução: a busca pela saúde e qualidade de vida, para evitar doenças ou por modismos, vem crescendo dentro do público adulto. Dentre as atividades que aumenta a quantidade de indivíduos adeptos é o ciclismo. Trata-se de uma atividade de fácil execução e acesso, o que motivou a elaboração desta pesquisa. Objetivo: o objetivo desta pesquisa é analisar os motivos que fazem indivíduos adultos buscarem a prática do ciclismo. Método: foi realizada uma pesquisa qualitativa pela aplicação de um questionário com 6 questões abertas a 25 indivíduos adultos de ambos os sexos que praticam ciclismo regularmente há pelo menos um ano. Resultado: na análise de conteúdo foram identificadas algumas categorias. A primeira categoria, a mais apontada pelos entrevistados foi Qualidade de vida e saúde, nesta categoria apontam os motivos relacionados a manutenção da saúde e qualidade de vida. A segunda categoria Sentimentos positivos os participantes mencionam que iniciaram a pratica por bem-estar, sensação de liberdade, paixão e prazer que a atividade proporciona. A terceira categoria foi Lazer seguido pela categoria Meio de transporte. Todos os participantes praticam o ciclismo por conta própria, ou seja, sem o acompanhamento de um profissional para orientá-los, no entanto, alguns integram grupo amadores e participam de eventos de ciclismo. Foi notório que tais motivos legitimam a aderência a modalidade uma vez que foi identificado que os sujeitos praticam em média a 13 anos e meio. Conclusão: as principais motivações para a prática do ciclismo como atividade física são a busca e manutenção da saúde e os efeitos psicológicos positivos que a modalidade proporciona.

Palavras-chave


Ciclismo; Motivação; Educação Física e Treinamento.

Texto completo:

PDF


1) UnG - Universidade Guarulhos 2) Indexador: Latindex 3) Indexador: Dialnet