PREVALÊNCIA DE DISMENORREIA PRIMÁRIA EM UNIVERSITÁRIAS

Caroline Horany Moreira, Jaqueline Cruz Santos dos Anjos, Caroline Teixeira Nunes

Resumo


Introdução: a dismenorreia primária é, por definição, uma dor pélvica ou abdominal inferior, cíclica ou recorrente associada à menstruação. É a queixa ginecológica mais comum em mulheres jovens, cerca de 90% da população feminina sofre de dismenorreia primária durante o período reprodutivo. Objetivo: identificar a prevalência de Dismenorréia primária e o impacto dessa disfunção na qualidade de vida em universitários. Método: trata-se de um projeto de pesquisa do tipo transversal. O estudo será realizado na Universidade Guarulhos Campos Centro, com universitárias do curso de fisioterapia, regularmente matriculados do 1º ao 8º semestre, mulheres a partir de 18 anos e que ainda estejam na fase reprodutiva. Devido às altas taxas de incidência dessa disfunção, e o quanto ela pode afetar no dia a dia das mulheres surgiu à curiosidade para a realização desse estudo com o intuito de avaliar a prevalência e o quanto afeta a vida acadêmica e diária das universitárias, podendo intervir com possíveis tratamentos e ações de prevenção visando minimizar os danos causados pela dismenorreia. Esperamos que os resultados obtidos nos forneçam subsídios favoráveis para avaliar a prevalência de Dismenorreia Primária em universitárias, e informar o quanto é importante traçar planos de tratamento e prevenção para essa disfunção e com isso poder proporcionar uma melhor qualidade de vida a todos os participantes.

Palavras-chave


Dismenorreia; Síndrome Pré-Menstrual; Prevalência; Qualidade de Vida; Absenteísmo.

Texto completo:

PDF


1) UnG - Universidade Guarulhos 2) Indexador: Latindex 3) Indexador: Dialnet