A PERCEPÇÃO DA DOR E OS CUIDADOS DA EQUIPE DE ENFERMAGEM EM NEONATOS: REVISÃO INTEGRATIVA

Mariana Barros Tavares, Luiz Renato Torres da Silva, Maria Aislâny Duarte Araújo, Natália Thaís Mendes Feitoza, Raquel Conceição da Silva, Apolonio Alves de Lima Junior

Resumo


Introdução: Compreende-se como período neonatal o intervalo entre o nascimento e o 28º dia de vida. A dor causa alterações no comportamento e na fisiologia do recém-nascido, por esse motivo, é importante que os profissionais de enfermagem identifiquem essas alterações, e avaliem os sinais de desconforto do paciente, para a realização dos cuidados necessários. Entre as finalidades da equipe de enfermagem deve estar a prevenção e diminuição da dor, para evitar o sofrimento desses pacientes que são vulneráveis devido as adaptações fisiológicas instáveis. Objetivo: Identificar a percepção da dor e os cuidados da equipe de enfermagem em neonatos. Método: Trata-se de uma revisão integrativa da literatura, realizada em Outubro de 2018, nas bases científicas: SCIELO, LILACS e BDENF. Para a seleção dos estudos foram utilizados os descritores Neonatologia, dor e cuidados de enfermagem, respeitando os critérios de inclusão (Artigos com textos completos gratuitamente, publicações entre 2013 e 2018 e publicações nacionais e internacionais) e de exclusão (Artigos em outros idiomas além do português e inglês e artigos reflexivos). E 10 artigos responderam aos objetivos. Para o processamento dos dados, as informações foram implantadas no Microsoft Word® e organizadas de forma coerente e estruturada. Resultados e discussão: Observou-se que a incapacidade da verbalização em neonatos é um fator que dificulta a identificação da dor e que os profissionais de enfermagem referem avaliar a dor do neonato por mudanças nos parâmetros comportamentais e fisiológicos, a equipe avalia sinais como o choro, expressão facial, humor, estresse e a movimentação corporal. No tocante aos cuidados de enfermagem, além dos métodos farmacológicos e não farmacológicos, foi possível evidenciar que manter um ambiente calmo, com o mínimo de ruídos, baixa luminosidade e promovendo o máximo de conforto propicia baixa intensidade na reação a estímulos dolorosos. Conclusão: O presente estudo observou que, a equipe de enfermagem tem uma importância indispensável na avaliação e prestação dos cuidados para o alivio da dor em neonatos. A equipe deve estar atenta aos sinais apresentados pelo recém-nascido, pois a sua identificação propicia a realização de estratégias para o cuidado humanizado de forma integral.

Palavras-chave


Neonatologia; Dor; Cuidados de enfermagem

Texto completo:

PDF


1) UnG - Universidade Guarulhos 2) Indexador: Latindex 3) Indexador: Dialnet