UMA FACE DA EDUCAÇÃO: PANORAMA DA SOCIOEDUCAÇÃO NO ESTADO DE SÃO PAULO

Autores

  • Cristiano Rodineli de Almeida
  • Sidelmar Alves da Silva Kunz Universidade Federal de Goiás Escola Nacional de Socioeducação
  • Mônica Marques dos Santos
  • Graciela Alves

Palavras-chave:

Educação, Socioeducação, Medidas Socioeducativas, Panorama

Resumo

Este trabalho tem como objetivo expor o panorama da socioeducação no estado de São Paulo. Parte-se do entendimento de que a socioeducação é uma face da própria educação escolar, haja vista que se configura como a última fronteira em busca de se assegurar os coeficientes educacionais mínimos necessários para a efetivação da dignidade humana desses adolescentes submetidos ao cumprimento de Medidas Socioeducativas. Discutir a política educacional implica dar atenção especial a esse conjunto de sujeitos privados, genuinamente, em seus direitos à educação, marcadamente representados por um contingente de crianças e adolescentes vítimas da evasão e da repetência no atual sistema de educação – expressivamente desarticulado com os outros setores da sociedade civil e com o poder público. O levantamento em São Paulo se justifica pelo fato de que se trata da maior concentração brasileira de instituições destinadas ao atendimento socioeducativo. A partir da base de dados disponível, se delineou a politica atual da socioeducação neste estado, tendo em vista os adolescentes em conflito com a lei como sujeitos de direitos amparados pela Constituição Federal e pelo Estatuto da Criança e do Adolescente. A pesquisa, também, conduziu reflexão relativa às distintas Medidas Socioeducativas, de modo a assinalar os avanços e os desafios para se garantir um atendimento que viabilize uma efetiva reinserção social dos adolescentes nas famílias e na sociedade.

Biografia do Autor

Cristiano Rodineli de Almeida

Psicólogo clínico de orientação psicanalítica. Especialista em Psicopatologia e Saúde Pública (USP) e em Políticas Públicas e Socioeducação (ENS/UNB). Possui mestrado em Educação e Saúde na Infância e na Adolescência (UNIFESP). Trabalha como psicólogo na Fundação CASA, atendendo adolescentes privados de liberdade. Membro do corpo editorial da revista Pathos - Revista Brasileira de Práticas Públicas e Psicopatologia.

Sidelmar Alves da Silva Kunz, Universidade Federal de Goiás Escola Nacional de Socioeducação

Doutorando em Educação pela Faculdade de Educação da Universidade de Brasília (UnB) Pesquisador do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) Professor e Orientador na Especialização em Ensino Interdisciplinar em Infância e Direitos Humanos da Universidade Federal de Goiás (UFG) Orientador na Especialização em Políticas Públicas e Socioeducação da Escola Nacional de Socioeducação (ENS/UnB)

Mônica Marques dos Santos

Especialista em gestão pública (UMC, 2001) e Especialista em Políticas Públicas e Socioeducação pela Escola Nacional de Socioeducação/Universidade de Brasília (ENS/UnB). Graduada em Psicologia (UBC, 2001). Coordenadora adjunta da Comissão de Direitos Humanos do Conselho Regional de Psicologia 6° região São Paulo. Atua como psicóloga na Fundação CASA desde 2011

Graciela Alves

Especialista em Políticas Públicas e Socioeducação pela Escola Nacional de Socioeducação/Universidade de Brasília (ENS/UnB) e Pós-graduanda em Psicologia do Trânsito pela Universidade São Francisco (USF). Graduada em Psicologia (FAM, 2011). Atua como psicóloga no Centro de Referência Especializado em Assistência Social (CREAS) em Paulínia/SP desde 2014.

Downloads

Publicado

2018-12-27

Como Citar

Almeida, C. R. de, Kunz, S. A. da S., Santos, M. M. dos, & Alves, G. (2018). UMA FACE DA EDUCAÇÃO: PANORAMA DA SOCIOEDUCAÇÃO NO ESTADO DE SÃO PAULO. Revista Educação - UNG-Ser, 13(2), 86–94. Recuperado de https://revistas.ung.br/educacao/article/view/3467

Edição

Seção

Artigos