CRECHE: UM DIREITO DAS CRIANÇAS, UMA CONQUISTA FEMINISTA.

Autores

  • Raquel Carapello Prefeitura Municipal de Guarulhos
  • Fernanda Alves da Silva Prefeitura Municipal de Guarulhos
  • Tatiane Campos dos Santos Prefeitura Municipal de Guarulhos

Resumo

Este artigo apresenta a luta das mulheres na busca do direito à creche para as crianças, bem como os desafios e os preconceitos que essas mulheres vivenciaram e ainda encontram nos diversos âmbitos da sociedade. Neste contexto, relembramos a trajetória da creche na rede Municipal de Educação em Guarulhos e convidamos os docentes a reverem suas atitudes e seus posicionamentos em relação aos estigmas que foram atribuídos às mães historicamente por uma sociedade patriarcal. Problematizamos também a antiga e a nova concepção de creche. Finalizando com possibilidades de reflexões as quais os docentes podem oportunizar a si, aos educandos e a toda comunidade escolar sobre a creche como um direito, lugar de formação para o desenvolvimento pleno da criança. Palavras-chave: feminismo, creche e direito

Biografia do Autor

Raquel Carapello, Prefeitura Municipal de Guarulhos

Professora de Educação Infantil atuando como tutora no CEMEAD - Centro Municipal de Educação a Distância Maria Aparecida Contin para formação de professores.

Fernanda Alves da Silva, Prefeitura Municipal de Guarulhos

Professora de Educação Infantil atuando como tutora no CEMEAD - Centro Municipal de Educação a Distância Maria Aparecida Contin para formação de professores.

Tatiane Campos dos Santos, Prefeitura Municipal de Guarulhos

Professora de Educação Infantil atuando como tutora no CEMEAD - Centro Municipal de Educação a Distância Maria Aparecida Contin para formação de professores.

Downloads

Publicado

2018-12-27

Como Citar

Carapello, R., da Silva, F. A., & Santos, T. C. dos. (2018). CRECHE: UM DIREITO DAS CRIANÇAS, UMA CONQUISTA FEMINISTA. Revista Educação - UNG-Ser, 13(2), 95–99. Recuperado de https://revistas.ung.br/educacao/article/view/3534

Edição

Seção

Artigos