CARACTERIZAÇÃO DA PRODUÇÃO CIENTÍFICA SOBRE INTOXICAÇÕES EXÓGENAS: REVISÃO INTEGRATIVA DA LITERATURA

Natália Raiane Silva Vieira, Rodrigo Assis Neves Dantas, Daniele Vieira Dantas, José Joandson de Souza dos Santos, Ellen de Fátima Lima Vasconcelos, Izabelle Cristine Tarquinio de Carvalho

Resumo


Objetivo: caracterizar a produção científica envolvendo os incidentes com intoxicações exógenas. Método: trata-se de uma revisão integrativa, utilizando as bases de dados LILACS, BDENF, DOAJ, SCOPUS, PubMed e publicações disponíveis relacionados a temática. Resultados: a maior parte dos estudos foram publicados nos anos de 2008, 2010 e 2012 (25%), nas bases de dados LILACS (58,3%) e nas bases presentes no portal CAPES como DOAJ (16,7%), SCOPUS e PubMed. As regiões que tiveram maior número de estudos foram Sul e o Sudeste (41,6%) e os artigos predominaram em idioma português (75%). Conclusão: o processo de trabalho da enfermagem é de grande importância no âmbito do cuidado de emergência, no sentido de reconhecer precocemente os sinais e sintomas e, posteriormente desenvolver o atendimento inicial com condutas corretas prevenindo complicações.

Palavras-chave


Envenenamento; Enfermagem em Emergência; Intoxicação Alcoólica; Intoxicação por Organofosfatos.

Texto completo:

PDF


1) UnG - Universidade Guarulhos 2) Indexador: Latindex 3) Indexador: Dialnet