IMPLICAÇÕES DA FORMAÇÃO EM ENFERMAGEM NA QUALIFICAÇÃO DO SUS: UM ESTUDO BIBLIOMÉTRICO

Autores

  • Kátia Jamile da Silva Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC)

Palavras-chave:

Educação em Enfermagem, Ensino, Sistema Único de Saúde.

Resumo

Buscou-se, através de um estudo bibliométrico, conhecer o perfil e as características dos estudos sobre a formação em enfermagem voltada para o Sistema Único de Saúde (SUS) no Brasil, de 2005 a 2015. Os descritores escolhidos para realizar a busca dos estudos, em outubro de 2015, na Biblioteca Virtual em Saúde, foram: “Educação em Enfermagem” and “Ensino” and “Sistema Único de Saúde”. Foram encontrados 147 estudos, desses, 25 contemplavam os critérios de inclusão. As temáticas criadas para organização dos resultados, após a leitura minuciosa dos artigos foram: Diretrizes Curriculares Nacionais da Enfermagem como norteadoras dos Planos Pedagógicos das escolas de enfermagem; Transição dos métodos tradicionais de ensino para o uso de metodologias ativas. Hegemonicamente, os estudos enfatizam a importância de formar profissionais reflexivos e autônomos, comprometidos com a ética e a cidadania. Os estudos encontrados foram escassos, apesar da relevância da temática. Sugere-se que sejam produzidas outras pesquisas nesse âmbito, com vistas ao constante aprimoramento da formação em enfermagem e, por conseguinte, a qualificação do SUS.

Biografia do Autor

Kátia Jamile da Silva, Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC)

Estudante de Enfermagem. Saúde.

Downloads

Arquivos adicionais

Publicado

2018-12-27

Como Citar

da Silva, K. J. (2018). IMPLICAÇÕES DA FORMAÇÃO EM ENFERMAGEM NA QUALIFICAÇÃO DO SUS: UM ESTUDO BIBLIOMÉTRICO. Revista Educação - UNG-Ser, 13(2), 100–110. Recuperado de https://revistas.ung.br/educacao/article/view/2451

Edição

Seção

Artigos de Revisão